Connect with us

Notícias

“Acredito que possa voltar a jogar como no Grêmio”, diz Luan

Publicado

em

Luan Corinthians
Luan em campo pelo Corinthians. Foto: Divulgação

Depois de um ano e três meses no Corinthians, o meia Luan não entregou o que se esperava dele como principal reforço recente do clube ao custo de R$ 28,95 milhões por 50% dos direitos econômicos – negócio firmado através do atual presidente Duílio Monteiro Alves.

O jogador ainda acredita que pode voltar a atuar como no Grêmio, quando venceu a Libertadores e foi considerado o melhor atleta das Américas. “O que eu fiz não foi à toa, sei da minha capacidade. Acredito, sim, que possa voltar a jogar da forma que estive no Grêmio. Estou me dedicando para que isso volte o mais rápido possível”, disse o meia ao Globo Esporte.

Luan tem 39 jogos com a camisa do Coringão tendo dado três assistências e marcado quatro gols. O jogador é opção no banco para o técnico Vagner Mancini.

Na partida decisiva contra o Retrô pela Copa do Brasil – com a classificação decidida nos pênaltis a favor do Timão – Luan não entrou em campo pelo Corinthians.

Quem trabalha com Luan acredita que o meia não está bem e nem feliz com o que entregou até aqui ao Corinthians. Mas tem se blindado contra as pressões externas: “Isso não me afeta, não. Acho que eu tenho a minha cobrança, e ela é todos os dias. Claro que recebo as críticas da melhor forma, tento tirar o que é bom, mas não interfere. Sei da minha capacidade. Eu me cobro no dia a dia. O que vem de fora não me atinge”.

Notícias

Cássio desabafa e, abalado, admite sair do Corinthians

Publicado

em

O goleiro Cássio desabafou após a derrota do Corinthians para o Argentino Júniors na noite desta terça-feira, dia 23, no estádio Diego Armando Maradona, em Buenos Aires, pela Copa Sul-Americana.

O ídolo alvinegro reconheceu erros, se mostrou abalado, e admitiu até deixar o Timão. “Eu vou estar aí, sou o capitão do time, o jogador mais velho, estou aí. Às vezes é difícil, tem a questão do ser humano, eu erro, não me eximo de erro, falo mesmo. O treinador é quem decide, o presidente é quem decide”, disse Cássio.

“Se eu estiver atrapalhando o Corinthians, se não estiver agradando… Para mim está muito difícil também. Tudo de errado que acontece no Corinthians sobra para mim. O time leva gol e a culpa é do Cássio. Toma um gol de pênalti e a culpa é do Cássio”, completou o goleiro do Coringão.

Ele admitiu que errou uma bola defensável no gol que deu a vitória ao time da Argentina. “Sou honesto nas coisas que falo, tenho humildade de saber quando erro. Confesso que é um momento difícil”, afirmou Cássio.

“Eu fiquei um dos mais velhos, sabia que a cobrança seria grande. Errei sim, mas parece que tudo de errado no Corinthians é minha culpa. Se eu sou o maior culpado talvez seja momento de sair e seguir meu caminho”, finalizou o ídolo do Timão.

Continue Lendo

Notícias

Preso jovem suspeito de ameaçar Willian do Corinthians

Publicado

em

Willian
Willian em treino pelo Corinthians. Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

A Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta quinta-feira, dia 02, o jovem Rafael Rocha, 21, suspeito de ameaçar o jogador Willian e sua família e uma postagem no Instagram.

Rafael foi preso no Capão Redondo, na zona sul de São Paulo. De acordo com o delegado Cesar Saad, o suspeito alegou em depoimento que apenas copiou mensagens da internet e marcou o jogador no Instagram.

Na Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade) o rapaz afirmou que não tem relação com torcidas organizadas. Ele foi liberado por não ter sido preso em flagrante. É a segunda vez que Willian registra Boletim de Ocorrência (BO).

Continue Lendo

Notícias

“Foi um 1º tempo excelente”, diz o craque do jogo Willian

Publicado

em

Willian

O meia Willian, eleito craque do jogo na vitória do Corinthians em cima do Botafogo neste domingo, dia 10, no estádio Nilson Santos, no Rio de Janeiro, destacou o primeiro tempo com três gols do Timão.

É sempre importante vencer. E vencer bem. Foi um primeiro tempo excelente. Poderíamos ter feito mais gols. Segundo tempo o Botafogo cresceu, mas tivemos oportunidade de aumentar o placar”, disse Willian.

O jogador falou sobre as ameaças que os jogadores sofreram na última semana através das redes sociais e prometeu trabalho para seguir vencendo pelo Coringão.

“São coisas que a gente não consegue controlar. São coisas que acabam nos chateando e afetando a nós jogadores e nossas famílias. Mas a gente vai continuar trabalhando e buscando as vitórias”, finalizou Willian.

Continue Lendo

Mais Lidas